Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Secretaria da Modernização implementa ações de qualidade

Publicação:

A iniciativa tem como base a Pesquisa de Clima Organizacional aplicada aos seus servidores
A iniciativa tem como base a Pesquisa de Clima Organizacional aplicada aos seus servidores - Foto: Ascom/Smarh
Por ASCOM/SMARH

A Secretaria da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos (Smarh) destaca, nesta sexta-feira (11), a implantação de ações de qualidade, modernização e eficiência na pasta. A iniciativa tem como base a Pesquisa de Clima Organizacional aplicada aos seus servidores, no período de 18 a 31 de maio de 2017, por meio do Departamento de Planejamento Organizacional (Deorg), junto com o Grupo da Gestão da Qualidade (GGQ), no âmbito do Programa Gestão da Qualidade (PGQ), da Smarh.

A pesquisa abrangeu os 432 servidores ativos da pasta. A ideia foi ouvir os servidores com o objetivo de concentrar esforços em benefício da eficiência, modernização e qualidade no desenvolvimento do trabalho. Bem como dar continuidade as boas ideias e aos projetos que estão em andamento, buscando resultados positivos e visando alcançar o conceito de gestão de qualidade na Smarh. Para o titular da Pasta, Raffaele Di Cameli, a pesquisa de clima serviu para a secretaria realizar as mudanças necessárias para garantir a modernização no serviço público.

Ações concluídas

Missão, visão e valores da Smarh estavam entre as indagações de 75% dos servidores, segundo relatório da pesquisa de clima. Diante desse questionamento, foi executada uma campanha pelos setores responsáveis. Um total de 10 quadros foram afixados nas paredes dos corredores da Smarh, explicitando e consolidando esses conceitos.

Também a partir de sugestão da pesquisa de clima, no Departamento de Perícia Médica e Saúde do Trabalhador (Dmest) está sendo executada, desde janeiro deste ano, uma pesquisa de avaliação que visa medir a qualidade dos serviços oferecidos aos servidores que buscam atendimento na Perícia Médica. A direção do Dmest disponibilizou uma urna no local para pesquisar o grau de satisfação no atendimento aos usuários. São avaliados instalações, tempo de espera e cordialidade no atendimento, por exemplo. A direção entende que essa é uma das formas de conversar com as pessoas que utilizam os serviços do órgão. A partir da percepção das respostas na urna, poderão ser efetuadas alterações e melhorias no atendimento ao público. Nos próximos meses, será divulgado levantamento das questões abordadas.

Outra ação concretizada em resposta à aspiração dos servidores foi a entrada em operação, do Sistema Integrado de Solicitações (SIS) na Smarh. Trata-se de um sistema eletrônico de requisição de ordens de serviços de manutenção para o Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff) e seus anexos. O SIS já estava em processo de implantação e o seu lançamento, no dia 2 de abril deste ano, pelo Departamento de Administração do Caff, vai ao encontro da reivindicação dos servidores. A partir daquela data, todas as demandas ao serviço de manutenção estão sendo feitas por meio digital, substituindo em definitivo o uso do formulário de papel. O acesso ao sistema pode ser feito por meio do link http://sis/cau/index.php ou pelo ícone disponibilizado na área de trabalho do computador.

A publicação das instruções de trabalho junto a Intranet, delimitando e formalizando fluxos de trabalho de diversos departamentos da Smarh é uma ação que foi indiretamente influenciada pela pesquisa de clima. A iniciativa já vinha sendo desenvolvida pelos departamentos com a Assessoria Técnica. As informações estão disponibilizadas de forma padronizada e o fluxo de processos de acordo com as rotinas da secretaria. O serviço pode ser acessado por uma aba específica na Intranet, intitulada Instruções de Trabalho (http://intranet/index.php/instrucoes-normativas/).

Outra demanda atendida foi a realização de três seminários, com organização do Deorg. Um deles, efetivado em setembro, tratou sobre assédio moral, como combatê-lo e identificá-lo no dia a dia. Ouvidoria, Lei de acesso à Informação (LAI) e Denúncia foi o assunto abordado em outubro. Outro tema debatido em seminário, com realização em novembro, abordou a qualidade de vida do servidor.

Ações em andamento

Igualmente, resultante da pesquisa e atendendo ao apelo dos servidores, foi o desenvolvimento do projeto de Movimentação Funcional, cujo objetivo é garantir a transparência, a otimização e a padronização nos processos em questão. A ação atende as necessidades de melhor alocação dos recursos humanos, no âmbito da Smarh. A Divisão de Pessoal (Dipes) aguarda análise da Assessoria Jurídica para posterior implantação.

Também em processo de execução, em resposta ao questionamento na pesquisa sobre a infraestrutura do Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), destaca-se a demanda que envolve os elevadores do prédio. Em face dos altos custos de manutenção e do período de 40 anos de funcionamento dos atuais elevadores, a atual gestão está investindo na troca de nove novos elevadores em substituição aos atuais, cujos trabalhos de substituição iniciaram no dia 24 de abril. O contrato para a instalação foi assinado em novembro do ano passado, pelo secretário da Smarh, Raffaele Di Cameli. A empresa Elevadores Atlas Schindler foi a vencedora por meio do procedimento licitatório. Segundo Raffaele, a medida visa a proporcionar maior segurança a cerca de 3.500 pessoas que ingressam diariamente no Caff bem como sanar as dificuldades com a reposição de peças e reduzir os altos custos com manutenção dos atuais elevadores.

Secretaria de Modernização Administrativa e dos Recursos humanos